Mergulhando nas palavras


Domingo , 30 de Março de 2008


 

"SEJA VOCÊ O BEM QUE DESEJA VER NO MUNDO."

Escrito por Fabrícia e Marisa às 14:56
[ ] [ envie esta mensagem ]

 

Bullying, ato de ignorância

Seguido de violência

Que começa na infância.

 

Qualquer agressão

Ou humilhação

Falta de respeito

E perseguição

Piorando a convivência.

 

Desunião

Que gera exclusão.

 

Devemos dar as mãos

Sair da depressão

E definitivamente criarmos razão.

 

O correto é denunciar

E com isso acabar,

Pois o bullying apenas cresce

Se a vítima se calar.

 

Acabar com o preconceito

Tentando construir respeito

Assim tudo ficará perfeito.

 

(Juliana, Daiane M., Daiane C e Beatriz – 8ª série A)

 

 

 

Escrito por Fabrícia e Marisa às 14:51
[ ] [ envie esta mensagem ]

BULLYING

Na sala informatizada, os alunos assistiram à apresentação no PowerPoint e a um vídeo de uma reportagem do Jornal Nacional sobre BULLYING. Em seguida, deixaram seus comentários sobre o tema publicados no blog http://www.palavraaberta.blogspot.com . Na sala de aula, leram o artigo do Jornal Folha de São Paulo: "Bullying e Incivilidade", de Rozeli Sayão. Depois, a turma foi dividida em grupo e foram produzidos belos textos sobre o assunto. Confira!!!

BULLYING

Bullying é uma palavra estrangeira que significa agressão, xingamento, violência, humilhação, zombaria e incivilidade. Eu e minhas amigas aprendemos que o "Bullying" é praticado principalmente nas escolas pelos alunos. Hoje, os pais, parentes e amigos estão preocupados com os filhos por serem alvos das agressões físicas e verbais. Aprendemos que "Bullying" e "Incivilidade" andam completamente juntos. O Bullying pode nos levar à depressão e ao suicídio. Gostamos muito do que aprendemos. Sabemos que se todos ajudarem a combatê-lo, não haverá mais violência. Queremos um ambiente mais calmo, que tenha mais amizade, paz e alegria. Uma escola melhor, para que possamos estudar e ser alguém na vida.

(Bruna, Jackeline, Cálita e Natalha - 6ª série C - Professora Fabrícia Ricobom - CAIC Professor Mariano Costa - Joinville - Santa Catarina)

Nosso Mundo

 

Quando uma pessoa

Dá uma de “valentão”,

Pode contar que

Lá vem confusão.

 

Preconceito, zombaria e ignorância,

Tudo isso gera violência.

Para que tanta humilhação

Se podemos ter educação?

 

Com juízo e consciência,

Vamos melhorar nosso planeta!

 

(Ana Carolina, Andressa, Daniela, Débora e Joicy – 6ª série C)

 

 

PEÇA TEATRAL

 

- Toc! Toc!

- Oi, entra!

- Oi, Amanda! Oi, Júlia! Oi, Angélica!

- Sente-se!

- Nossa! Vocês viram a reportagem sobre o bullying?

- Vimos! Eu acho isso um absurdo!

- Eu, hein!? Sou completamente a favor. Essa pirralhada fica incomodando, tem que apanhar mesmo!

- Nossa! Como você é violenta! Se fosse assim, se sua irmãzinha, Angélica, incomodasse, eu iria  bater nela!?

- É Andressa! Você está errada! Você sabe disso!

- Isso é um ato de incivilidade e desrespeito!

- É! Vocês dizem isso porque não foram vítimas do bullying!

- Mas é por isso que você deveria ter senso de justiça para acabar com o bullying.

- É verdade! Isso não levará você a nada, Andressa!

- Isso é um ato de covardia!

- Está me chamando de covarde???

- Parem com isso, meninas!!!

- Andressa, não me decepcione! Você está se transformando numa pessoa má, sem caráter!

- Está bem, Amanda? Eu sinto muito, querida!

- Eu estou bem, não se preocupe!

- Desculpe, Amanda. Pensei um pouco e percebi que estava completamente errada. Percebi que meus atos não eram justos! Me desculpe mesmo!!!

 

(Amanda, Andressa, Júlia e Tayane - 6ª série C)

 

 

POESIA

 

Felicidade é certeza de sermos amados

apesar de sermos como somos

às vezes, precisamos ver,

escutar com o coração.

 

Jesus quando veio à Terra,

nos ensinou a sermos compassivos.

Parece que nada adiantou!

 

Neste mundo é assim:

Respeite para ser respeitado,

ajude para ser ajudado.

E, assim, reinará a paz!

 

(Luana e Geisiane - 6ª Série C)

 

 

 

Bullying, motivo de preocupação,

de quem é vítima da humilhação,

ato que leva à depressão.

 

Ato de zombaria,

contra a boa educação,

gerando a exclusão.

 

À família traz inquietação,

não quer ver seu filho ser desprezado.

 

O valentão sem coração

tira a paz de seu irmão

em vão!

 

(Ana Fávia, Ana Paula, Caroline e Júlia - 8ª Série A)

 

 

PARÓDIA - RAP

 

No bullying há violência

Mas não há sentença.

Então seja educado,

pra não ser derrubado!

 

No bullying há violência

Há humilhação, há exclusão.

Os manos entram em depressão.

Seja civil

ou a violência vai a mil!

 

Tenha educação

Para não entrar em depressão.

Quando você tem razão,

chega o valentão,

lhe deixa na humilhação!

 

(Evandro, Maykon, Sanderlei e Wellinton - 6ª série C)

 

 

 

 

 

 

Escrito por Fabrícia e Marisa às 14:35
[ ] [ envie esta mensagem ]

Happy Hour com Jura Arruda

Bom Dia!! Boa Tarde!!! Boa Noite!!!! Bom Retorno.....

Como estão ? Prontos para enfrentar mais um ano? Espero que seja um ano repleto de coisas do azul 2008.
Nossa.... depois de merecidas férias, estou voltando com novidades , bem quentinhas para vocês.
Durante 15 dias a 7ª série ( pessoal fera) da escola Municipal Prof. CAIC Mariano Costa, leu e trabalhou com o livro FRITZ - um sapo nas terras dos príncipe de Jura Arruda . Após explorarmos bem o livro , fomos conhecer o escritor Jurandir Arruda ou Jura Arruda.
No dia 26 e fevereiro de 2008 ás 9h e 30 min. Tivemos nossa happy hour com o escritor.A Michelle fez a apresentação: Jura Arruda nasceu em São Paulo no dia 10 de fevereiro de 1971, mudou-se para Joinville em 1984 e adotou Joinville que é, constantemente, cenário para as suas obras, sejam elas de literatura, de dramaturgia ou roteiros para vides e cinema. Elaboramos algumas perguntas para que foram prontamente respondidas pelo escritor.
Vamos lá....
1- Você tem em vista escrever outro livro ?Jura Arruda: Sim , quero escrever até os meus 150 anos.
2- Por que você colocou o nome do livro de Fritz?
Jura Arruda: Porque o Fritz e Frida são nomes tipicamente de alemães- Joinville é a terra de descendentes de alemães e também é muito úmida e chove muito( e como chove!!!)
3- O que te inspirou você a ser escritor?
Jura Arruda: Desde pequeno gostava de escrever . a professora fazia leitura compartilhada e hora do conto- adorava escutar as histórias , amava a história de Robinson Crusoe de Daniel Defoe( Que saudades....)
4- Você trabalha em outro ramo? Qual?
Jura Arruda: Sim, sou publicitário e redator. Faço esses outdoors que vocês vêem por toda Joinville.
5-Você já pensou em fazer outro livro com o Fritz?
Jura Arruda:Não, Já comentaram.... Talvez sobre a época da Criação da Estrada de Ferro, Zeppelin ou fatos marcantes que ocorreram em Joinville- Só que sapo tem uma vida tão longa para tantos acontecimentos.......Não descarto a idéia.... vou pensar.
6-O que você quer nos mostrar com essa história?
Jura Arruda: Nada de moral é só para contar a história da colonização de Joinville. Você decide através da leitura o que realmente ficou de bom para você .
7- Para você quem é Fritz?
Jura Arruda: Um filho amado ou um imigrante que veio e com o sonho de ser feliz.
8- Você já pensou em fazer um livro sobre a sua família?
Jura Arruda :Sim..... Várias vezes!!! Minha mãe é uma contadora de histórias adora contar as suas aventuras quando jovem.Tenho tudo registrado na memória, porém fico receoso de expô-la narrando suas histórias. Somente o tempo poderá decidir. Sei que quando o escritor escreve ele coloca muito dele( seus pensamentos , suas emoções) Vamos ver se futuramente sai esses contos.
9 - O que levou a escrever uma história, em que o personagem seja um sapo?
Jura Arruda;
Porque estou aqui, vivo aqui. Aqui é a minha realidade.Escrevo sobre o que amo.
10-Você pretende passar esta habilidade de escrever aos seus sucessores?
Jura Arruda: Passar habilidades é muito difícil, o que posso fazer é orientar , motivar. Uma boa dica é escrever sobre onde você vive e muito mais fácil e divertido.
11-Você tem Orkut?
Jura Arruda:, Sim, Jura Arruda( e só procurar lá)
12-Você tem uma comunidade?
Jura Arruda: Estou pensando em fazer uma para o sapo Fritz ( Mas não posso esquecer de responder as perguntas como um sapo( risadas)
13 -Você é casado? Tem filhos?
Jura Arruda: Até semana passada estava noivo.
Após respondidas as perguntas tiramos várias fotos para preservar a memória e lel atenciosamente deu autógrafos para todos. O Marcelo foi o Felizardo e recebeu o livro autografado de presente do escritor Jura Arruda.
Decididamente foi um manhã maravilhosa.
Nosso círculo de amizade foi ampliado, graças ao Fritz – o sapo que uniu gerações ampliou conhecimento.Todos ganhamos.

Marcelo, o ganhador do livro



Escrito por Fabrícia e Marisa às 13:20
[ ] [ envie esta mensagem ]

Há muitos anos Joinville não era nada, mas com a chegada dos imigrantes se tornou motivo de orgulho.
As margens do Rio Cachoeira. Viram que isso que é Joinville , não havia nada, mas lutaram de corpo e alma a esse pedaço de terra.
Depois foram sofrimento e sofrimento , mas não desistiram, com sangue e suor e lágrimas terminaram o trabalho.
E com força de um gigante venceram a batalha de construir um pedaço de terra que não era nada e hoje é a nossa bela Joinville.


Camila e Talita - 5ª série D

Poesia para Joinville

Amo Joinville

Amo o céu
Amo a estrela
Amo a lua
Amo o sol
Amo a terra
Amo a chuva
Amo o ar
Amo Joinville em primeiro lugar.

Amo a famíla
Amo estudar
Amo meus amigos
Porque eles estão em Joinville

Olho Joinville
Sigo Joinville
Sabe Por Quê
Amo Você.

Elizandra e Maria Júlia
5 ª E

Evolução de Joinville

Joinville na mata hostil você nasceu
Com muitos imigrantes você cresceu.

Com trabalho e dedicação
Passou a ser uma cidade com muita povoação

Assim o tempo passou
E cidade dos príncipes e das flores você se tornou
Linda e grandiosa é a nossa casa.

Francieli B e Mateus C - 5ª série C

 


Joinville sempre mais

Uma cidade cheia de mato
Uma cidade desconhecida
Que as pessoas da Europa descobriram
E todo o mato eles abriram e construíram


Joinville , cidade dos príncipes
Joinville, cidade das flores
Uma cidade florida
Uma cidade bonita

Matheus Pohl e André
5 ª C

Joinvile tu és bela

Joinville tu és cheia de flores,
E isso graças aos teus fundadores
Joinville tu és a graça teu povo

Joinville tem 157 anos de História
E terá mais anos de glória
Joinville és bela
Mesmo depois de tanto sofrimento .

Mayra Adriana e  Juliana Cristina - 5ª série C

Joinville é grande
Joinville tu és bela

Oh! Joinville que me trouxe alegria
Oh! Joinville que me trouxe harmonia.

Joinville oferece lazer
E nos dá prazer
Joinville é uma cidade
Joinville tem uma boa sociedade.

Joinville não tem muita poluição
E nós damos o nosso coração
Joinville tem muitos passarinhos
E nós temos muito carinho.
As flores de Joinville são belas
E nós temos amor por elas
Joinville tem beleza
E nos dá muito riqueza.

Ana Letícia e Samantha Lohr - 5ª série E


Joinville
Joinville cidade das bicicletas , das flores e de muitos amores.
Joinville é bela cheia de beleza, muitas lutas e Joinville sempre ganhou

Nunca perdemos uma luta porque somos vencedores, temos que ajudar Joinville brilhar.
Joinville cidade grandiosa que foi construída da mata hostil.
Cheia de amor , beleza e prazer de quem a construiu.

Thiago Santana - 5ª série D

 











 




 

Escrito por Fabrícia e Marisa às 13:01
[ ] [ envie esta mensagem ]

JOINVILLE

NÓS TE AMAMOS

 

 

 



As 5ªséries do Caic Prof Mariano Costa declararam seu amor por JOINVILLE.
Primeiramente explicaram o HINO DE JOINVILLE , depois deixaram sua poesia para nossa cidade. Vamos ler e também declarar nosso amor por Joinville.


 Hino de Joinville


Tu és a glória dos teus fundadores,

És monumento aos teus colonizadores,

Oh! Joinville Cidade dos Príncipes,

Oh! Joinville Cidade das Flores.

 

Às margens do Rio Cachoeira,

Um dia o audaz pioneiro,

Plantou do trabalho a bandeira

E se deu, corpo e alma, ao torrão brasileiro.

Depois foram lutas e penas,

Mas nunca o herói fraquejou,

Com sangue, suor e com lágrimas

Do seu próprio corpo teu solo irrigou.

 

Tu és a glória dos teus fundadores,

És monumento aos teus colonizadores,

Oh! Joinville Cidade dos Príncipes,

Oh! Joinville Cidade das Flores.

 

E se hoje o bravo imigrante,

Que tua semente plantou,

Com a força e o vigor de um gigante

Nas mãos com que, em preces, ao céu suplicou,

Te visse radiosa e pujante,

Nascida na mata hostil,

A imagem da Pátria distante

Veria, grandiosa, exaltando o Brasil!

 

Interpretação 


Joinville é a glória dos fundadores
Ao ladinho do Rio Cachoeira
Um dia o homem abre caminho
Plantou do trabalho a bandeira
E seu deu de corpo e alma ao pedaço de terra brasileira
Depois foram lutas e muitos sofrimentos
Mas nunca o herói ficou fraco.
Com sangue e com lágrimas
do seu próprio corpo teu solo regou.

E se hoje o bravo imigrante
Que tua semente plantou
Com força e o vigor de um gigante
Nas mãos em preces pediu a Deus ajuda.
Te visse resplandecendo, nascida da mata agressiva
Na cabeça a imagem da Pátria distante
Veria os outros aplaudindo o Brasil.

Thais Cristina e Sidimar Dreyr - 5 ª série D

Joinville é a glória dos teus fundadores
Eis a obra aos teus colonizadores
OH! Joinville, cidade dos príncipes
Oh! Joinville, cidade das flores


Perto do Rio Cachoeira
Um dia um audacioso explorador
Plantou do seu trabalho a bandeira
E se dedicou a terra de Joinville


Depois foram lutas e penas
Mas nunca o imigrante desistiu
Com sangue , suor e muito choro
O chão ficou mais fértil

E se hoje o bravo imigrante.

Que a sua somente plantou.

Com a força e o vigor de um gigante.

Nas mãos com que, em preces, aos céus implorou

te visse brilhante e vigorosa.

Nascida da mata agressiva.

A imagem da pátria distante

veria,grandiosa,glorificado o Brasil.


Milena e Maiara - 5ª série D

 

 

Joinville é uma glória para todos
Ela nasceu da mata perigosa e os homens a colocaram lá no alto.
Eles regaram as sementes e fizeram fluir seu sangue e então, começou a resplandecer e o homem naquele pedaço de terra fez nossa amada Joinville
Os homens nunca desistiram, eles foram buscar o progresso.
Pediram a força para Deus e lutaram até conseguir construir Joinville.

Eleonai Pereira e Ruan Carlos - 5ª série C

Joinville glória dos teus fundadores
És memória aos teus colonizadores
Oh! Joinville , cidade dos príncipes
oH1 Joinville, cidade das flores.
Ao lado do rio Cachoeira
Um dia um audacioso descobre Joinville

E com muito trabalho a nossa bandeira plantou
E seu deu inteiro ao solo joinvilense
Depois aconteceram muitas lutas
Mas nunca ele desistiu com muito sangue e lágrima que caíram do seu corpo e molhou o chão tornando mais pronto para plantar e colher.
Com força e valentia de um gigante
Pediu muito a Deus coragem
Queria que todos ficassem sabendo que agora eles teriam uma terra próspera.

Lara e Thiago - 5ª série D

 





 

 







Escrito por Fabrícia e Marisa às 11:58
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese, English, Livros, Cinema e vídeo, Viagens